"Com Blockchain eu dormiria mais calmo" – CRIPTO TENDENCIA

Luis Omar Coirolo Gomez, consultor do Banco Mundial há mais de 27 anos, trabalhou em 78 países, trabalhou posteriormente na Ásia e na Índia, liderando uma metodologia de trabalho ensinada pelo Banco Mundial.

Gómez, em um painel do BITconf Chile 2018, comentou sobre a forma como trabalham no Banco Mundial e disse que basicamente faziam empréstimos para os estados e cada governador tinha que colocar equipes identificadas com as associações comunitárias criadas, o que tinha que verificar como eles foram levados a cabo, como as pessoas votaram para criar essas associações, como foram registradas, como priorizaram suas necessidades e quais serviços iriam contratar com o dinheiro que receberiam.

Uma vez que o governo ficou satisfeito com essas pré-condições, o dinheiro foi diretamente da conta bancária do mundo para a conta da associação.

Luis disse que basicamente o mais importante era saber o uso de recursos, como eles eram usados, para isso eles tinham o departamento de controle financeiro, assim como o suporte do departamento de compras, e eles trabalhavam com um sofisticado sistema de Internet. que eles se baseavam em informações passadas nas comunidades e, a cada seis meses, selecionavam por classificação as comunidades que visitariam.

O ex-funcionário do Banco Mundial acredita que existe um potencial muito grande na tecnologia Blockchain para o uso de projetos como esse, que foram impulsionados pelo banco, para aumentar ainda mais a transparência.

Luis disse que se ele estivesse trabalhando no banco mundial hoje, ele sem dúvida tiraria vantagem de todos os benefícios dessa tecnologia, dizendo que "eu dormiria muito mais calmamente com Blockchain". Ele considera que o importante é ter algum caso para mostrar e, assim, torná-lo credível.

Expresse que se Blockchain pode dar a oportunidade de saber quem de um hipotético grupo de pessoas participou de uma associação, como votaram para decidir um tópico específico, e acima de tudo saber se esses recursos, foram utilizados da maneira correta em como Eles disseram que eles seriam usados, então essa tecnologia promete um enorme potencial para esse tipo de projeto.

Luis comentou, que conhecer o banco, mas não falar como parte dele, considera que se esta entidade puder verificar todos os benefícios e a capacidade que esta tecnologia pode ter nos acima mencionados, pode haver possibilidades de usos baseados em blockchain para este tipo de projetos.

As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.

Venezuelana, estudante do último semestre de Comunicação Social. Atraídos pelas novas tecnologias e pelo desenvolvimento que oferecem à humanidade.

Leave a Reply